Case

Biosut

Fundada em 1994, a Biosut é uma empresa especializada no comércio atacadista de materiais e instrumentos para uso médico, cirúrgico e hospitalar, bem como de laboratórios. Sua matriz está localizada em Minas Gerais, mas a abrangência dos serviços é reconhecida nacionalmente.

Dificuldades & Necessidades

Como uma indústria especializada em suturas e produtos cirúrgicos, a principal necessidade da empresa era atender à exigência da ANVISA, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Essa exigência era referente à norma de validação de sistemas computadorizados para comprovar documentalmente que os sistemas cumprem adequadamente com todas as funções automáticas e de fato contribuem para garantir a rastreabilidade dos lotes produzidos.

Além das necessidades de controlar e rastrear os lotes da empresa, também foram colocadas questões de gestão administrativa e financeira, para serem solucionadas e terem maior performance e melhores resultados.

Escolha & Decisão

O processo de decisão de uma solução precisou seguir alguns passos e obrigatoriedades de acordo com a norma nacional da vigilância sanitária, já que a empresa trabalha com materiais de uso médico e cirúrgico.

A escolha pela WK foi pela possibilidade de utilização dos módulos para atender às exigências da ANVISA.

São seis departamentos que utilizam a solução ERP Radar Empresarial da WK.

“A gestão administrativa e financeira atende em 100% as necessidades existentes para apoio à gestão do negócio. Os módulos de suprimentos, produção e comercial auxiliam na importante tarefa de rastreabilidade dos lotes produzidos.”

Nauana Berbert Tavares

Gerente Geral

Resultados & Benefícios

Todos os departamentos que começaram a utilizar a solução da WK Sistemas foram impactados positivamente, tendo seus processos atendidos com alta performance.

“A gestão administrativa e financeira atende em 100% as necessidades existentes para apoio à gestão do negócio. Os módulos de suprimentos, produção e comercial auxiliam na importante tarefa de rastreabilidade dos lotes produzidos”, destaca Tavares.

Fonte: Somar